A coordenação de extensão do campus Barretos teve como colaboradores a servidora Andréia Mara que deu o pontapé inicial aos assuntos de extensão, depois foi a vez do servidor Marco Locarno que também deu sua contribuição e atualmente está sendo ocupada pelo servidor Aguinaldo L. Santos, o qual tem se esforçado bastante para manter e até mesmo aumentar qualidade da demanda do setor já estabelecida anteriormente.

A coordenação de extensão tem como missão ser o elo entre a Instituição e a comunidade, contribuindo com o desenvolvimento humano, social, cultural, tecnológico e econômico das regiões de influência de cada campus. A coordenadoria de extensão é responsável por orientar o aluno dos cursos técnicos e superiores em atividades consideradas de extensão ao curso, no qual está matriculado. Tem como objetivo principal criar e gerenciar os vínculos entre o aluno com as empresas e, consequentemente, com o mundo do  trabalho.

A coordenadoria de extensão gerencia os cursos FIC (Formação Inicial e Continuada), não previstos nas grades curriculares dos cursos, de modo a oferecer novas oportunidades ao aluno e para a comunidade externa ao Instituto Federal, contribuindo no papel social que a instituição deve prestar como serviço. São atribuições da coordenadoria de extensão:

  • Buscar parcerias para a promoção de cursos nos mais diferentes níveis para servidores docentes e técnicos administrativos;
  • Promover palestras, encontros, seminários, visitas técnicas, estágios ou outras atividades voltadas para o aperfeiçoamento específico e intelectual de toda a comunidade;
  • Promover a aproximação do campus com a comunidade externa;
  • Buscar apoio externo para eventos institucionais em geral;
  • Planejar, coordenar, controlar e avaliar toda a oferta de cursos extraordinários;
  • Promover convênios de cooperação técnico-científica, visando ao intercâmbio de informações sobre novas tecnologias;
  • Obter doações de materiais e/ou equipamentos para melhorar as condições das oficinas e laboratórios do campus;
  • Promover encontros com empresas e profissionais;
  • Planejar, organizar, coordenar e controlar a execução das atividades do Serviço de Integração Escola-Empresa (estágios).